8 de abril de 2013

Londres - continuação


Acordamos cedo, pois tínhamos reservado o Museu Madame Tussaud e a London Eye. Já adianto uma coisa pra quem está planejando visitar Londres: reserve tudo que quiser ver! A cidade, não sei se por causa do feriado da Páscoa, estava lotadérrima! Impossível chegar e comprar ingresso em qualquer dos pontos turísticos.

Aproveitamos que o ônibus do City Tour era válido por 24 horas e pegamos uma “carona” até o Madame Tussaud. Como compramos com antecedência, fomos para a entrada VIP. Em 5 minutos estávamos lá dentro. Achei o museu muito bacana. Enorme. Muito maior que o de Viena que fomos ano passado. As crianças amaram, mas tenho um porém....acho, sinceramente, que eles deviam limitar a quantidade de pessoas lá dentro. Que muvuca! Se pra andar já era difícil, imagina pra tirar foto....um desafio!

O museu começa com a área das celebridades de Hollywood. Tem uma parte dos atores de Bollywood, mas não conhecíamos nenhum. Depois vem os filmes, cantores, cultura (Einstein e cia), realeza, esportes, líderes mundiais, uma parte de terror, um trenzinho contando um pouquinho da história de Londres e a parte dos heróis da Marvel (essa foi a preferida do Dudu, claro!).




Rodamos tudinho. Duda, pra variar, queria tirar foto com TODAS as estátuas! Menos a do Justin Bieber....ela odeia o menino. Dudu adorou as partes interativas e o filme 4D dos heróis. Realmente, o filme é muito bem feito e os efeitos são muito bons.












Saímos do museu e a fila estava algo de outro mundo. A fila que pegamos dava a volta no museu...coisa de maluco!

Seguimos andando em direção a London Eye. Marido, que tem um GPS interno, me garantiu que era pertinho, que seria uma caminhada tranquila. Só que o GPS dele teve algum bloqueio...depois de 20 minutos andando, resolvemos perguntar se estávamos na direção certa. Se vocês vissem a cara da menina quando perguntamos qual o caminho para  London Eye!! Ela olhou pras crianças e disse: Mas, é muuuuito longe. Melhor pegar um ônibus, ou metrô ou taxi. E foi o que fizemos. Taxi na cabeça. Na verdade, íamos pegar o metrô, mas ou comprávamos o ticket para o dia ($7,30 por pessoa), sendo que não íamos mais utilizar, ou comprávamos o ticket individual que custava incríveis $ 4,50. O taxi saiu por $ 9,80! Na verdade, descemos na Trafalgar Square e seguimos a pé. Passamos pelo Big Ben, atravessamos a ponte e chegamos. 

Falei para o marido que tínhamos um ingresso diferente que não nos deixaria na fila. Entrar no local onde se retira os ingressos já foi complicado...pegá-los foi....não sei nem o que dizer. Me encaminharam para uma fila gigantesca. Depois de 10 minutos, uma atendente passou e mostrei a ela meu e-mail de comprovação do tal ticket VIP. Ela me disse que era ali naquela fila mesmo. Disse a ela que me senti enganada, pois paguei a mais para não pegar filas. Ela, gentilmente, me encaminhou para a fila de prioridades. Eu e todos os velhinhos do mundo! Por sinal, conheci um casal muito simpático. Eles são do norte da escócia e me disseram que não esperavam tanta gente. Me contaram que uma vez, foram a Londres e entraram na fila de um museu. Depois de 1h30, mais ou menos, eles perceberam que estavam na fila do banheiro! Ai que dó. Mas o vovôzinho me disse que ele adora ter essas estórias pra contar! Muito alto astral! Me disse que tenho que ir a Escócia. E que a terra dele é mais quente que Londres! 

Na fila de prioridade, o negócio andou mais rápido. mais 10 minutos e estava com os tickets na mão. As crianças ainda ganhara um kit com um mapa 360o., um bloquinho, caneta e um binóculo. Gracinha. 

Pegamos mais uma filinha e entramos na cabine da roda gigante. Cabem 28 pessoas lá dentro. O tempo do passeio é o tempo de uma volta completa, ou seja, mais ou menos 30 minutos. A vista é bem bacana, mas o passeio não faz os olhos brilharem! É legal, vale o passeio, dá algumas fotos bacanas e só. Senti falta de uma interatividade maior. Mais emoção! Até tinham alguns ipads que te mostram os monumentos e trazem um resumo sobre cada um deles. Mas, eram só 4 ipads para 28 pessoas...sabe contar? Não dá né?








Saímos de lá e fomos para a Abadia de Westminster. Eu queria muito entrar, pois tem uma galera enterrada por lá e um deles é da nossa família! Chique, né não? Explico. A minha família, por parte de pai, veio da Inglaterra. Um dos Heskeths, lá das antigas, foi advogado da rainha. Aí, ele foi enterrado em Westminster e tem até uma estátua. Queria conhecer o parente, mas a igreja estava fechada! Motivo número 4 para voltar!





 Depois, seguimos para Piccadilly Circus. Um primo do marido acabou de mudar com a família pra lá e fomos encontrá-los. Achamos um café pequenino e vazio. Aproveitamos para colocar o papo em dia, tomando chocolate quente!



Priminho, agora londrino

Saímos no finalzinho da tarde de lá e fomos para a casa-hotel, pois teríamos um jantar com vários amigos que moram por lá. Além do pessoal de Londres, encontramos uma turma de Lisboa que conhecemos no ano passado. As crianças amaram quando viram a Laura entrando na casa-hotel! Eles acharam, realmente, o melhor hotel do mundo! Quem é Laura? Falei dela aqui



No dia seguinte, fomos para o Hyde Park. Marcello falava desse parque desde que chegamos a Londres. Como íamos nos despedir dos amigos que já moraram em Milão um dia (tão seguindo o raciocínio?), resolvemos fazer o trajeto a pé e atravessarmos o parque que, por sinal, é lindão. Enorme, muito verde, com um lago/rio, sei lá, no meio. Adoramos. E andamos muito até chegar na casa do pessoal. Muito mesmo. Mas, andar assim é bom. É a melhor forma de conhecer uma cidade e como eles moram numa área menos turística, parece outra cidade. Adorei!










Nos despedimos e fomos almoçar. Eu queria comer o prato tradicional londrino: fish and chips e achamos um restaurante com carinha boa. Ah! No caminho, passamos pelo Zuma. É um restaurante japonês que me foi muito bem recomendado pela Mirella, nossa sobrinha de Brasília. Ela já morou em Londres e trabalhou no Zuma. Por total falta de tempo, não fomos lá, mas foi a maior coincidência encontrar o restaurante. Entramos numa ruazinha muito calma, perto da Harrods e lá estava ele! Motivo 5 para voltar!

Mirella, pra vc! :)

Sabe que eu gostei? Tava muito bom e
as crianças também gostaram

Saímos de lá e só deu tempo de buscar as malas e partir para o aeroporto! Foram 3 dias intensos e maravilhosos, com gostinho de quero mais (menos a parte do frio! Essa, eu passo!). E com tantos motivos pra voltar....espero que seja logo!


5 comentários:

  1. Acho que tem uma lagriminha escorrendo pelo meu rosto... Rs!
    Delícia de viagem! Queria muito ter ido para Londres com vcs!! Motivo número 6 para voltar!!!
    bjo

    ResponderExcluir
  2. Adorei seu relato.Fotos lindas, voces lindos. Quem sabe JOnes fica com vontade de voltar à Londres. Conheci pelo post muito mais do que qdo lá estive

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou o parente, ne? Na proxima!!! Bj

      Excluir
  3. Adorei os post,viagem ótima.
    Acho que vc conheceram muitos lugares legais.
    Bjs,
    Chris

    ResponderExcluir